Quantas vezes você liga seu smartphone ou tablet diariamente?

Uma fato da vida moderna: celulares e tablets são cada vez mais indispensáveis em nossas vidas. A propósito, você sabe quantas vezes liga seu smartphone ou tablet por dia? Descubra neste artigo algumas curiosidades sobre aplicativos para dispositivos móveis e como monitorar (e controlar) seu uso.

smartphone-app

Com a chegada dos smartphones, a internet tornou-se extremamente portátil e os aplicativos para celular passaram a ser ferramentas extremamente úteis para obter informação e entretenimento em praticamente todos os lugares. As empresas que quiseram permanecer relevantes no mercado puderam adaptar-se apenas de duas maneiras: criando aplicativos para dispositivos específicos (conhecidas como “apps nativas”) ou desenvolvendo sites totalmente separados e adaptados para os smartphones (“apps híbridas”).

Em termos gerais, quase todos os sites rodam em smartphones – boa parte por causa das apps nativas para Android ou iOS. Porém, essas apps nativas vem perdendo popularidade, principalmente porque os sites móveis não são fáceis de navegar em telas pequenas, tornando-se muito mais difícil para os clientes entrar no portal online e encontrar informações rapidamente. Por outro lado, as apps híbridas são uma combinação de páginas web adaptadas a dispositivos portáteis e à tecnologia de apps nativas. A app híbrida é, portanto, projetada como um site normal, mas que imita a funcionalidade de uma app nativa. As apps híbridas são construídas apenas uma vez, com linguagens baseadas em web, como HTML, CSS e Javascript, e em seguida, lançadas em diversas plataformas e para vários tipos de dispositivos.

Estima-se que, em média, cada usuário ligue o seu smartphone ou tablet 110 vezes por dia. Para combater esse exagero, já existem apps que monitoram o uso destes dispositivos. Algumas emitem alertas indicando quantas vezes e o tempo diário de utilização do aparelho, outras informam quais os intervalos de tempo em que os aparelhos estiveram desligados desde a última utilização e ainda apresentam estatísticas das apps e uso geral do dispositivo com informação gráfica para melhor percepção desse tipo de “vício tecnológico” dos tempos modernos.

Independentemente disso, existem apps para praticamente tudo hoje em dia, desde jogos, filmes, séries, música, esportes, moda, saúde, alimentação até edição de imagens, uso profissional etc. Mas de onde veio este “boom” dos aplicativos móveis? Boa parte do sucesso das apps é uma herança do mercado de jogos online, mais especificamente, o segmento de jogos de casino online, que mostrou ser rentável investir em aplicativos para smartphones, tablets e outros dispositivos portáteis.

Com a massificação da internet e uso de smartphones e tablets, os sites de jogos de casino online e as suas apps de apostas tiveram um grande crescimento e atualmente são a área que mais cresce, tanto em número de usuários, quanto em receitas geradas. Graças ao aperfeiçoamento destes aparelhos móveis é possível visitar sites de apostas online, como o www.jogosdecasino.pt, e jogar os jogos de casino mais conhecidos, como blackjack, póquer, roleta, slots, baccarat e até fazer apostas com a mesma rapidez e segurança que em qualquer computador. A diferença é que com smartphones e tablets é possível fazer tudo isso com muito mais comodidade e em qualquer lugar.

O segmento de jogos de casino, por exemplo, continua a crescer imensamente e mostrou ser vantajoso ter uma app para download. Tanto é que praticamente todas as áreas e grandes empresas optaram por investir em aplicativos móveis, para alcançarem mais pessoas. As empresas que ainda não tem aplicativos para smartphones estão trabalhando para isso , pois já perceberam o potencial que este mercado oferece para alcançar seus usuários de forma individual.

Seja para uso pessoal ou para uso profissional, os smartphones e tablets são cada vez mais imprencindíveis para as pessoas. Nesse sentido, podemos esperar ver mais novidades brevemente num mercado que evolui a cada dia que passa.

Related Posts with Thumbnails

Deixe uma resposta