Arte conceitual celebra ‘dead pixel’ no Google Earth

Hoje em dia qualquer coisa é considerada arte, até mesmo um espirro, dependendo da forma que é captado ou interpretado! Isso não chega a incomodar, até porque ninguém é obrigado a achar bom ou ruim, é só uma manifestação do lado criativo do artista, por mais tosco que possa ser!

Eu disse que até um espirro poderia ser arte, mas tem coisa pior. O artista Helmut Smits cavou um buraco de 82cm x 82cm e o batizou de “Dead Pixel do Google“. O tamanho da peça foi proposital, equivalendo a um pixel sendo visto de 1 quilômetro de altitude. Pelo menos o cara não cobra ingresso para verem a “obra de arte” dele.

À propósito, você não vai conseguir achar este buraco na grama pelo Google Earth, é só uma peça de arte conceitual.

Related Posts with Thumbnails

Um comentário em “Arte conceitual celebra ‘dead pixel’ no Google Earth

  1. Patrícia Responder

    Umm vendo esta ‘obra de arte’ penso que meu quintal é um museu ao ar livre por cause das várias ‘obras de arte’ que foram feitas lá pelos meus queridos cachorros hehehe… é buraco pra todo lado heheh
    Brincadeirinha hehe….arte pode ser qualquer coisa, o que importa é o conceito por trá disso…

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.