Charlie Brown “real” dá medo e é depressivo!

Quem aqui assistia ao desenho do Snoopy? Eu, eu! Mas um grande detalhe é que o nome do desenho, mais famoso pelo cachorro do que por seu dono, é “Charlie Brown“. Teoricamente ele deveria ser o principal, não? Imagine se o principal dos Power Rangers fosse o Alfa, olha que escroto isso seria!

A personalidade do Charlie Brown é triste, ele é um menino com sérios problemas de rejeição, sempre sacaneado por seus amigos… qualquer dia ele invade a escola com um sobretudo e uma metralhadora estrategicamente escondida. Maluquices à parte, se liga em uma ilustração mais real do personagem.

MEDO!

Vi aqui.

Gráfico de filmes futuristas que podem ser até passado

Achei interessante este gráfico temporal dos filmes futuristas, porque em todas as produções o futuro é sempre o futuro! Não entendeu? Veja o gráfico e compare comigo, você imagina que daqui a 6 anos o mundo possa ter um Robocop? Nem eu! Por isso o futuro é sempre o futuro e talvez nunca seja o presente. Ih, viajei nessa!

O único problema é que os nomes estão em inglês, mas pra isso existe o Google!

As 15 mais ridículas tentativas de tuning com aerofólios

Não sou muito chegado nessa onda de tuning, só quando acontecem poucas modificações, porque tem gente que exagera e transforma o carro no troço mais escroto do mundo! Contudo, tem coisa pior do que tuning exagerado, é quando o débil mental não consegue fazer a modificação e transforma o carro na chacota da cidade.


Continue lendo “As 15 mais ridículas tentativas de tuning com aerofólios”

Desafio: alguém entende o código nerd da imagem?

O Código DaVinci é para os fracos, mas muito fracos mesmo. Se você é um guerreiro nerd, fã de videogames, criado com Ryu, Mario, Sonic, Contra e toda esse bando, prove agora! O que a imagem abaixo quer dizer? A dica fica por conta dos gestos, dos lados que eles apontam os dedos.

Alguém se arrisca a traduzir o “código maceteado“? A última dica vem na primeira linha daqui.

Quebrar o braço pode te tornar uma obra de arte

Quebrar algum osso é um porre, todo mundo sabe disso, até quem nunca quebrou nada. Eu já consegui a proeza de quebrar o braço que já estava quebrado e engessado, isso mesmo, quebrei o mesmo osso dentro do próprio gesso! Na época, todo mundo queria escrever no gesso – mania idiota, né? -, mas meu gesso só tinha um desenhos simples, era parecido com esse aqui de baixo, a única diferença era que o meu desenho era colorido e com textura!

Via Mataleone

Continue lendo “Quebrar o braço pode te tornar uma obra de arte”