Receita Federal garante presente de Natal para parentes

O pior crime do mundo foi cometido em Santos – humor mode ON – e a imprensa não olha pelo mesmo prisma que eu. Não entendeu, então leia comigo:

“A Receita Federal divulgou na quinta-feira (4) ter realizado uma apreensão no Porto de Santos de um carregamento de videogames – PlayStation 2 e 3 – que entrou de forma ilegal no país. São mais de vinte mil aparelhos que, no documento de importação, eram apresentados como “tijolos de vidro e peças de escavadeira”.” G1

E essa de que os “videogames serão leiloados”? Tão de sacaganem comigo? DUVIDO muito que nenhum destes vá parar na casa de alguém responsável pela apreensão. Filhos, afilhados, sobrinhos e até cunhados já podem comemorar e selecionar os games que vão jogar no novo videogame. Alguns podem até ser leiloados, mas não tenho mais 5 anos para acreditar que serão todos, em outras palavras: não mete essa!

Na moral, eu não tenho saco nenhum para essa palhaçada toda de sonegação, importação ilegal e o escambau. Ilegal por quê? Porque deixaram de pagar impostos astronômicos ao escroto do Governo do Brasil? Pro inferno com tudo isso. Para mim, crime é ser o país líder em cobrança de impostos e não investir em nada de bom com esse dinheiro.  Com a importação “o Estado perderia 15 milhões de reais”. Beleza, então, quem ganha? Eu? Não, não. Na verdade, ninguém! Ou ‘certos alguéns’, quem sabe?

Vão pro inferno e nos deixem jogar nosso videogame em paz, vão trabalhar em algo que preste, caçar bandido, fazer apreensão de drogas, combater turismo sexual e o trabalho infantil etc. Desculpem a franqueza, mas eu nunca entendi muito bem essa de cobrar imposto ‘à toa’. Pra que cobrar imposto sobre um produto que nem é fabricado aqui? Deixa o povo ser feliz.

Ah, já ia esquecendo: pro inferno!

Related Posts with Thumbnails

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.